Encontre aqui o melhor da região.
Background Image

Entrevista exclusiva com Hortência

AMAIS: Como foi a infância da Hortência no interior de São Paulo (Potirendaba)?   

HORTÊNCIA: Nasci em Potirendaba e quando eu tinha 2 anos mudamos para São José do Rio Preto onde passei toda a minha infância. Foi uma infância pobre de brinquedos, mas rica em diversão e criatividade! Nadar em rios, brincar na rua com carrinhos de rolemã. Ficar até escurecer brincando na rua de esconde esconde. O encontro, debaixo do poste era certo todos os dias e contar histórias, com os amigos era tudo! 

AMAIS: Hortência, estamos curiosos para saber como é a sua rotina. O que faz desde o momento que acorda até a hora de dormir em um dia comum? 

HORTÊNCIA: Meu dia só começa depois da minha ginástica matinal. Faço aula de Spinning 3x por semana. Faço personal trainer todos os dias! A tarde eu reservo para o meu trabalho! Trabalho como comentarista de basquete da Rede Globo e também participo de alguns quadros de programas da emissora quando sou convidada. Faço palestras motivacionais chamada “Lições de uma vida” pelo Brasil. Tenho uma vida social, mas o que eu gosto mesmo é de estar em casa com meus dois filhos! Procuro ter uma vida mais tranquila e saudável agora!
 

AMAIS: Como mantêm a excelente forma aos 60 anos? Quais conselhos você dá para as nossas leitoras e leitores? 

HORTÊNCIA: Procurar viver com alegria. Ter uma vida saudável através de escolhas bem-feitas como uma boa alimentação e atividade física diária. E o mais importante: estar ao lado de gente positiva e de bem com a vida. Energia positiva faz bem para na nossa saúde física e mental! 

AMAIS: De todas as viagens que você fez com a seleção para jogos em Olimpíadas e mundiais, quais foram os momentos que mais te marcaram? 

HORTÊNCIA: Jogar pela seleção sempre foram momentos interessantes e impactantes! Eu classifico como a medalha mais emocionante que foi o ouro no Pan de Cuba. A mais importante que foi a de campeão do mundo. E a mais difícil que foi a prata Olímpica porque eu tinha acabado de ser mãe há pouco tempo.  

AMAIS: Você ganhou o título de melhor jogadora de basquete de todos os tempos pela FIBA (Federação Internacional Basquete). Como se sente?  

HORTÊNCIA: Ganhar esse título depois de 22 anos fora das quadras foi demais! Me senti muito honrada! Foi uma disputa entre outras atletas do momento e do mundo pelo site deles, fiquei surpresa com o resultado. Muito gratificante mais esse título após tantos anos. 

AMAIS: Você dá palestras motivacionais pelo Brasil todo. Como é a resposta da sua plateia?  

HORTÊNCIA: Poder passar um pouco da sua história, caminhos e escolhas para ajudar as pessoas alcançar os seus objetivos é muito legal. Ver os olhos dela brilharem enquanto você fala me faz sentir uma energia muito grande. Muito prazeroso.  E a resposta é sempre muito positiva, eu vejo que consigo tocar de alguma forma as pessoas e no final recebo o carinho delas. 

AMAIS: Como alguém que viveu muito tempo em grupo, qual dica você dá para conviver bem em equipes?  

HORTÊNCIA: Você tem que entender que opiniões e verdades cada um tem a sua e você tem que respeitar e aceitar. Você tem que conviver com todos. Só não dá para conviver com gente que tem caráter fraco! 

AMAIS: O que mais te inspira na vida? E quem você admira?  

HORTÊNCIA: Viver em harmonia, aproveitar muito meu tempo e os desafios que a vida nos oferece todos os dias. Sou admiradora de gente com talento e que tem valores e opiniões sólidas. Admiro gente inteligente e que me ensina coisas novas e que vive de maneira simples e feliz! 

AMAIS: Como é a sua relação com os seus fãs?   

HORTÊNCIA: Uma relação muito tranquila e com bastante respeito, afinal eu consegui despertar neles um sentimento gostoso e não posso jogar isso fora! Sempre procuro ser atenciosa quando me pedem fotos, ou quando sou abordada na rua e lembrada dos jogos, e da minha carreira, isso não tem preço e vejo que fiz um belo trabalho e deixei minha história no esporte marcada em cada um deles. 

Rapidinhas:  

Um filme inesquecível? Um sonho de Liberdade. 

Último livro que leu? A sutil arte de ligar o foda-se  

A melhor viagem? Barcelona. Inesquecível a minha primeira Olimpíada. 

Comida favorita? Comida saudável. 

 

Hannalee Motta

hanna@optimus360.com

Deixe um comentário

avatar

Senha redefinida. Um link será enviado para o seu email