Encontre aqui o melhor da região.
Background Image

Dor na canela durante os treinos (Canelite)

canelite

Canelite: Quando se trata de treinamento de corrida, podemos citar dezenas de benefícios nessa prática, porém algumas lesões e dores são bem comuns quando se há alguma predisposição genética ou algum erro no planejamento dos treinos. Dentre algumas dessas lesões, a canelite ou popular dor na canela é uma lesão teoricamente simples, mas que interrompe e prejudica o treinamento podendo em alguns casos evoluir para alguma lesão mais grave como, por exemplo, periostite ou uma fratura por estresse na tíbia. 

A canelite é uma dor local, na parte da frente e inferior da perna (próximo ao tornozelo), que se inicia após os primeiros minutos de treinos de corrida e fazem com que a técnica da passada seja comprometida, obrigatoriamente ocorrendo uma diminuição drástica da velocidade, tendo que fazer uma caminhada ou até mesmo interromper o treino para que a dor e sensibilidade passe. É relativamente uma lesão simples, mas que muitas vezes é necessária uma parada de algumas semanas para recuperação total.  

COMO PREVENIR  

– Exercícios de fortalecimento dos músculos da panturrilha. 

– Exercícios de fortalecimento do músculo tibial anterior. 

– Exercícios de fortalecimento geral de membros inferiores e core. 

– Exercícios de flexibilidade dos músculos da perna. 

– Exercícios de mobilidade articular do tornozelo. 

– Elevar o nível de treinamento da corrida aos poucos para uma correta adaptação corporal. 

– Respeitar os dias de descanso (“off”) uma vez que é na recuperação do treinamento que ocorrem as adaptações e melhora do condicionamento. 

– Utilização de tênis próprio para corrida e para tipo de pisada.  

– Alternar o tipo de piso que é feito o treinamento (terrenos como terra batida, areia dura e grama geram menos impacto do que asfalto, por exemplo). 

TRATAMENTO INDICADO 

– Pausa ou diminuição severa nos treinos. 

– Gelo e compressas frias. 

– Exercícios de alongamento e fortalecimento com objetivo de reestabelecer funções musculares. 

– Anti-inflamatórios (sempre indicado por um ortopedista ou édico esportivo). 

– Fisioterapia. 


Por Julian Piccinino Ferrara
Educador Físico – CREF: 054404-G/SP
Pós Graduado – Personal Trainer
Consultoria Online | Instagram

Hannalee Motta

hanna@optimus360.com

Deixe um comentário

avatar

Senha redefinida. Um link será enviado para o seu email