Encontre aqui o melhor da região.
Background Image

Cinco mulheres morrem por dia no Brasil por complicações da gravidez e parto

complicações da gravidez

Complicações da gravidez: Médico ginecologista e obstetra afirma que grande parte dos óbitos poderiam ser evitados com um pré-natal adequado 

O Pré-Natal é de extrema importância para o acompanhamento e desenvolvimento saudável do bebê e também para a saúde da gestante, que fica fragilizada neste período em que o organismo é tão exigido. A necessidade do cuidado médico nesta fase é reforçada quando levamos em conta um assunto delicado, mas de extrema gravidade: a morte de mulheres durante a gestação.

Um estudo recente da Organização Mundial da Saúde (OMS) afirma que em 2016 mais de 1800 mulheres morreram no Brasil por causas relacionadas à gravidez ou parto, cerca de cinco por dia. Outro indicador afirma que a cada 100 mil nascidos no Brasil, 69 mulheres morrem. No Japão este número cai para 6, por exemplo.

Dr. Renato Bauer, novo médico ginecologista e obstetra do Centro Médico São José, de Cerquilho, fala sobre esta realidade. “É preocupante o alto número de morte de mulheres relacionadas à gravidez, pois, muitas das causas podem ser evitadas com o acompanhamento médico correto”, afirma.

“As principais causas de morte de mulheres durante o parto ou gestação são decorrentes de complicações causadas por hipertensão e hemorragias, que são problemas que podem ser minimizados se o pré-natal for feito corretamente, diminuindo as chances de óbitos”, comenta o médico.

“Quando são detectados problemas de saúde que podem colocar a saúde da mãe ou do bebê em risco, imediatamente é iniciado o tratamento e acompanhamento específico do problema para reduzir possíveis complicações que podem levar à morte”, complementa o especialista.

O Pré-Natal inclui consultas médicas periódicas e diversos exames, como: sorologias para doenças infecciosas, tipo sanguíneo e fator RH, ultrassonografias, vacinas, dentre outros. “A grande maioria dos casos de mortes são de gestantes sem acesso à saúde, moradores de regiões distantes e que, muitas vezes, não têm condições fazer o pré-natal e tratar problemas precocemente.

Estas tristes estatísticas reforçam a necessidade de realizar o acompanhamento corretamente e também do desenvolvimento de ações que garantam o acesso ao Pré-Natal a todas as gestantes”, conclui o médico.

complicações da gravidez

Dr. Renato Bauer, ginecologista e obstetra do Centro Médico São José, de Cerquilho.

O Centro Médico São José fica na Avenida Presidente Washington Luiz, 392, Centro, em Cerquilho. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone: (15) 3288-4848, pelo site ou pelo Facebook.

Hannalee Motta

hanna@optimus360.com

Deixe um comentário

avatar

Senha redefinida. Um link será enviado para o seu email