Encontre aqui o melhor da região.
Background Image

6 destinos para estudar no exterior onde o real é mais valorizado

estudar no exterior

6 destinos para estudar no exterior onde o real é mais valorizado:  Agências de viagens permitem resgatar pontos na compra de cursos no exterior, indicando ao consumidor alguns destinos onde o real é mais valorizado que a moeda local.

Confira abaixo os valores dos cursos nos 6 destinos mais indicados pela CVC para se estudar no exterior. Vale destacar que o levantamento a se refere apenas aos custos do curso de idiomas e estadia, não incluindo os gastos como passagem aérea, alimentação e gastos extras no destino.

ARGENTINA | Buenos Aires – Se a ideia é aprender espanhol sem que a viagem pese no orçamento, estudar na vizinha Buenos Aires, na Argentina, é uma ótima opção. Com uma infinidade de atrações culturais e ótima gastronomia, o destino possui uma serie de escolas internacionais “de braços abertos” para receber os estudantes brasileiros. Outra vantagem de se estudar no destino é possibilidade de pagar todos os gastos, como alimentação, transporte, compras, em reais. Um curso de espanhol com 2 semanas de duração, na escola Expanish Buenos Aires, com 20 aulas por semana e acomodação em casa de família, em quarto individual, com café da manhã e jantar, sai por a partir de 10x sem juros de R$ 498,11.

ÁFRICA DO SUL | Cidade do Cabo – A África do Sul se tornou um destino bastante atraente para o bolso do estudante brasileiro este ano, principalmente em períodos de alta do dólar. Atualmente um rand, moeda local, equivale a 29 centavos de real. Com isso, alguns serviços como alimentação, transporte e até mesmo passeios turísticos ficam ainda mais em conta. Com o inglês como língua oficial, o lugar é um destino perfeito para aprender ou aprimorar o idioma. Além disso, brasileiros não precisam de visto, ou seja, uma despesa a menos. Com duração de 4 semanas, um curso de inglês com 20 horas semanais na Good Hope City Centre, com acomodação em casa de família, com café da manhã e jantar inclusos sai por a partir de 10x sem juros de R$ 855,10.

MÉXICO | Playa Del Carmen – Quando o assunto é verão, o Caribe logo aparece como sonho de consumo dos turistas. E por que não combinar uma temporada de veraneio com aprendizado de espanhol? Dá para customizar programas de aulas mais light, com estudo apenas durante meio período do dia (e manhãs ou tardes livres), ou um curso intensivo, com aulas o dia todo para que o lazer fique concentrado às noites ou aos finais de semana. Com duração de 2 semanas, um curso de espanhol na Coined Playa Del Carmen, com acomodação em casa de família, com café da manhã e jantar inclusos sai por a partir de 10x sem juros de R$ 596,65.

MALTA | SLIEMA – Pode até soar diferente, mas estudar em Malta é ótima opção para quem quer aproveitar o verão europeu e as praias do Mediterrâneo, degustar de uma ótima gastronomia e, ainda, economizar mais de 20% no custo de vida diário, com alimentação e transporte, se comparado a outras cidades europeias.  Outra vantagem estudantes brasileiros estão autorizados a trabalhar até 20 horas semanais. A medida, que entrou em vigor no mês de julho, antes era apenas para estudantes com passaporte europeu. Com duração de 2 semanas, um cursos de idioma na escola LAL Language Centres, com 20 horas semanais e acomodação em casa de família, com café da manhã e jantar inclusos sai por a partir de R$ 536,09

CHILE | Santiago – Assim como outros países da América do Sul, o Chile é um destino viável para se estudar em tempos de dólar alto. Isso porque os preços de moradia e alimentação em Santiago são bem parecidos com os do Brasil. Outra vantagem é que os gastos com comida, passeios e transporte podem ser pagos em reais, ou seja, uma vantagem a mais ao bolso do estudante brasileiro. Com duração de 3 semanas, um curso de espanhol na COINED Santiago, com 25 horas aulas, acomodação em casa de família com café da manhã e jantar sai por a partir de 10x sem juros de R$ 878,57.

Canadá| Calgary –   O Canadá continua em alta motivados pelo barateamento do dólar canadense (de até 30%) frente ao dólar americano, facilidade na obtenção do visto e variedade de atrações turísticas A Calgary, 3° cidade mais populosa do país, localizada na província de Alberta, vem se destacando como uma tendência de viagem no país, principalmente por aqueles que desejam conciliar a viagem com estudos. Além de ter o melhor desempenho econômico do Canadá, o custo de vida no destino também um dos melhores, já que na cidade não é cobrado o imposto providencial que pode chegar até 15% dependendo do produto e do serviço utilizado. Com duração de 2 semanas, um curso de idiomas na Global Village e acomodação em casa de família, sai por a partir de 10x sem juros de R$311,77.

Fonte: Assessoria CVC

Hannalee Motta

hanna@optimus360.com

Deixe um comentário

avatar

Senha redefinida. Um link será enviado para o seu email